HIGHLIGHTS – AGOSTO 2017

Bárbara Wagner e Benjamin de Búrca

A dupla teve o trabalho “Faz Que Vai” exibido no FUSO, Anual de Vídeo Arte Internaconal de Lisboa. Tomando o nome de um passo de Frevo que simula um momento de instabilidade, Faz Que Vai retrata quatro bailarinos nos seus modos de articular uma forma de tradição popular em questões sócio-econômicas e de gênero. Como uma série de anotações sobre a relação entre corpo, câmera e movimento no registo de uma dança típica do Nordeste do Brasil, Faz Que Vai comenta o sentido do carnavalesco presente em diversas estratégias de preservação do Frevo como imagem, patrimônio e produto.

Bruno Faria

O artista é um dos participantes do 23º Salão Anapolino de Arte, em exibição até 28 de outubro. Bruno participa com a obra “Volta pra Trás”, 2016, escultura sonora em que é apresentado o raro disco “Sinfonia da Alvorada”, de Tom Jobim e Vinicius de Moraes, encomendado por Juscelino Kubitscheck para a inauguração de Brasília. Na obra uma intervenção foi realizada na rotação do aparelho. O disco é tocado de trás pra frente, uma alusão irônica a capital do país que parece andar para trás.

Daniel Dantiago, Gil Vicente e Marcelo Silveira

O trio está em cartaz com a mostra Caleidoscópio, com curadoria de Joana D’Arc Lima, no SESC Petrolina até 7 de outubro.

Gilvan Barreto

O artista tem a série “Postcards from Brazil” em exibição na Casa Nova Arte e Cultura Contemporânea, em São Paulo, até o dia 13 de outubro.

José Patrício

De 22 de agosto a 18 de novembro, o Instituto Ling apresenta a exposição Explosão Fixa, que traz dezenove obras que perpassam os 40 anos de carreira artística do pernambucano, com curadoria de Eder  Chiodetto.

A mostra Precisão e Acaso, no Museu do Estado de Pernambuco, com curadoria de Felipe Scovino, permanece em exibição até o dia 24 de setembro.

Paulo Bruscky

Paulo Bruscky participa da exposição “Feito poeira ao vento | Fotografia na Coleção MAR”, com curadoria de Evandro Salles, em cartaz até 1 de outubro de 2018 no Museu de Arte do Rio.

O artista também integra a mostra coletiva “Ainda Esculturas”, no Espaço Auroras em São Paulo, com o trabalho “Não jogue a toalha”, que fez parte de sua exposição individual de 1971, na Galeria da EMPETUR – Recife, fechada pelo exército na noite de abertura.

Bruscky foi o homenageado da 9º edição do FUSO, Anual de Vídeo Arte Internaconal de Lisboa. Durante o evento foram exibidos os seus filmes “Poema” (1979), “Via Crucis” (1979, com Ulises Carrión e Leonhard Frank Duch), “LMNUWZ, fogo!” (1980) e “Aépta” (1982).

Ramonn Vieitez

O artista participa nos meses de agosto e setembro da residência artística No Lugar, em Quito, Equador. A proposta de sua participação é buscar referências urbanas e culturais peculiares da cidade, e agregar ao trabalho em pintura figurativa retratando o masculino, que é uma característica marcante do seu trabalho. Entre estes elementos, Ramonn destaca as pichações e a arquitetura monumental dos prédios e igrejas de Quito, além da influência da recém descoberta produção de artistas equatorianos.

Vanderlei Lopes

O artista tem a obra “Catedral” em exibição na coletiva “São Paulo não é uma cidade – invenções do centro” no Sesc 24 de maio, em São Paulo, com curadoria de Paulo Herkenhoff e cocuradoria de Leno Veras. A exposição, especialmente criada para o Sesc, apresenta uma possibilidade de leitura do centro de São Paulo a partir dos conceitos de cidade e os contextos da história, da arte, da arquitetura, do urbanismo, da indústria, do comércio e dos lugares emblemáticos, assim como sobre pessoas, ofícios, saberes e cotidianos dessa composição urbana complexa e diversa. São diferentes núcleos (Ciclos Econômicos; Políticas e Oligarquias; Especulação e Desabrigo; Apagamento Cultural, entre outros) que abrigam diferentes técnicas como gravura, fotografia, pintura, indumentária, escultura, cerâmica, lambe-lambe, além de mapas, maquetes, documentos, entre outros. Visitação até o dia 28 de janeiro de 2018.

Voragem

A atual exposição da Amparo 60, com curadoria de Eder Chiodetto, tem visitação estendida até o dia 9 de setembro. A mostra tem participação de 7 artistas do casting (Bárbara Wagner e Benjamin de Búrca, Gilvan Barreto, Isabela Stampanoni, José Paulo, Lourival Cuquinha e Paulo Bruscky) e 3 artistas convidados (André Hauck, Jonathas de Andrade e Ivan Grilo).

Nenhum comentário

Deixe um novo comentário

Terça a sexta: 10 às 19h
Sábado: 11 às 17h

+55 81 3033.6060

vendas@amparo60.com.br

Rua Artur Muniz, nº 82, 1º andar, salas 13 e 14 (Entrada pelo restaurante Alphaiate)
Boa Viagem | Recife | Pernambuco