Um Mundo Aqui Dentro | Diego de Santos

A casa da solidão

Quando o silêncio é tão ou mais significativo que as palavras, e o gesto do artista contemplativo sobre suas questões se amplifica na obra como um eco, inundando o universo lírico do branco sincero do papel, instala-se um nervoso estágio de reparo de uma outra consciência que pousa sobre o pensamento.

Um homem transcorre este papel, apenas parte do corpo é visto, porque todo o resto se confunde com a casa, a casa solidão criada por Diego de Santos. É neste arquétipo que o artista transita, explorando todas as possibilidades para ele possíveis.

A casa nos remete para a ideia de abrigo, mas quando a casa não abriga, aprisiona? Que forma de interação com o meio o artista expressa? Aqui, a casa não é um refúgio, nem espaço de fuga. O homem teme essa casa feita de concreto e grades. Contudo, ainda se avista pela janela o azul promessa de felicidade.

Texto: Maira Ortins

Terça a sexta: 10 às 19h
Sábado: 11 às 17h

+55 81 3033.6060

vendas@amparo60.com.br

Rua Artur Muniz, nº 82, 1º andar, salas 13 e 14 (Entrada pelo restaurante Alphaiate)
Boa Viagem | Recife | Pernambuco